terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Ultrapassagens proibidas, ao lado do excesso de velocidade e consumo de álcool, infrações "comum" em 2017, diz PRF


As ultrapassagens proibidas são, ao lado do excesso de velocidade e do consumo de álcool, as condutas mais perigosas que os motoristas cometem no trânsito. São elas quase sempre as responsáveis pelas colisões frontais, por sua vez o tipo de acidente mais letal entre todos os demais. Assim, tem sido esforço de cada policial fiscalizar intensamente as ultrapassagens irregulares, sejam elas em faixas contínuas, pelos acostamentos ou forçadas. Como resultado do esforço de fiscalização, a quantidade de ultrapassagens proibidas flagradas geraram 17,55% a mais de autos de infração em 2017 no comparação com 2016, saindo de 33.872 para 39.818.

As mais comuns foram o excesso de velocidade, o não acionamento dos faróis durante o dia, as ultrapassagens proibidas, conduzir veículo sem o devido licenciamento e dirigir sem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), a carteira de motorista.

O excesso de peso é uma infração de natureza média encontrada com maior frequência nos veículos de carga. Essa conduta, que gera desgaste excessivo no pavimento, aumenta a emissão de poluentes e dificulta a frenagem, consiste em carregar o veículo ou a combinação de veículos de carga (CVC) com mais peso do que a legislação permite. Em geral, a fiscalização de peso demanda do policial um conhecimento específico e um tempo maior de observação.  Em 2016, foram emitidas 755 infrações de excesso de peso, quantidade que cresceu 75,36% em 2017, chegando a 1.324.

Bahia Acontece - Informações PRF