Empate em Recife mantém a Juazeirense na luta pela classificação

Não foi fácil, mas as intervenções do goleiro Tigre e a entrega física dos jogadores permitiram à Juazeirense sair do Estádio do Arruda com um empate consagrador diante do Santa Cruz nesta quarta 24 no Estádio do Arruda. A partida, válida pela Copa do Nordeste, terminou em 1 a 1 e encerra a primeira fase da competição para as duas equipes.

O zagueiro Ricardo Brás, que retornava à equipe, abriu o placar para a Juazeirense, desviando de cabeça cobrança de falta do lateral esquerdo Deca aos 22 minutos da etapa inicial. O empate Coral aconteceu através de um pênalti questionável assinalado pelo árbitro paraibano Emanuel Diniz de Araújo, que interpretou como dentro da área uma falta de Diego Teles sobre Keno. Grafite cobrou e deixou tudo igual aos 18 minutos do segundo tempo.

Com o empate, a Juazeirense chega a dois pontos e segue na terceira colocação do Grupo C. O Santa Cruz é o segundo colocado da chave com quatro pontos. O líder é o Bahia, que soma seis, e nesta quinta encara o Confiança-SE no complemento da rodada.